expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Caixa eletrônico é arrombado por bandido que renderam seguranças aqui do Heliporto do Farol.

Cinco homens com pistolas e revólveres realizaram uma ação audaciosa na noite deste sábado(18/01) no Farol de São Tomé. Eles renderam seguranças do heliporto do Farol e arrombaram um caixa eletrônico do Banco do Brasil. A ação se deu por volta das 21h30. Segundo a polícia, os bandidos chegaram ao heliporto simulando que o carro em que estavam, um EcoSport prata, estava com problemas de temperatura. Os seguranças foram rendidos quando davam água aos bandidos.Um detalhe chamou a atenção dos responsáveis pela área de segurança: a Polícia Militar não foi acionada pelos seguranças do heliporto. O caso foi descoberto porque populares passaram pelo local e viram fumaça no caixa eletrônico.
Ação durou 50 minutos
De acordo com o que foi registrado pela polícia, dois bandidos chegaram ao pátio do heliporto por volta das 21h empurrando um EcoSport. Sob alegação de que o carro estava com problemas de temperatura, os bandidos pediram a dois seguranças que lhes dessem água. Foi o momento que mais três bandidos saíram do carro.
Enquanto os seguranças eram mantidos sob a mira de armas por dois bandidos na área de espera de embarque, os demais saíram do prédio e foram ao caixa eletrônico do Banco do Brasil, que fica a distância de 30 metros. Usando maçarico, os bandidos arrombaram o caixa. A ação durou cerca de 50 minutos. O banco ainda não anunciou os bandidos conseguiram roubar o dinheiro que estava no caixa.
Ocorre que, a falta de comunicado à polícia sobre o arrombamento impossibilitou uma ação eficaz de buscas aos bandidos. A Polícia Militar tinha, a menos de 1 km do heliporto, oito viaturas com dezenas de policiais fazendo patrulhamento, já que era dia de show e trio elétrico no Farol. O tenente Vanderson, do 8º BPM, comandava o policiamento na praia.
Segundo a polícia, o fato foi comunicado ao DPO do Farol por populares que passaram pelo local e viram fumaça no caixa eletrônico. Ainda de acordo com a polícia, os seguranças teriam sido ameaçados, razão pela qual não fizeram o comunicado imediato da ação criminosa.
No momento do assalto, havia dois seguranças de uma firma terceirizada e um segurança da Petrobras.
A polícia já está de posse das imagens das câmeras de segurança do heliporto. O caso foi registrado na 134ª DP/Centro para investigação.
Foto e matéria: Campos 24 horas.