expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

"Trancaço" de três horas aqui no heliporto do Farol, marca o início da Operação Para Pedro.

Para marcar o início da Operação Para Pedro no Farol de São Tomé, a diretoria do Sindipetro-NF e trabalhadores aposentados e da ativa realizaram na manhã desta quinta, 29 um trancaço no Heliporto do Farol de São Tomé. Mais ou menos 800 trabalhadores foram atingidos com os atrasos de voo e a paralisação. Os portões foram abertos por volta das 8h40, mas o movimento de conscientização da categoria continua no local. Muitos trabalhadores permanecem parados.Enquanto isso, nas unidades marítimas e terminais os petroleiros realizam uma operação padrão. "A mobilização nacional inicia em um momento de grande enfrentamento no Norte Fluminense com as punições e perseguições praticadas pelas gerências, para tentar intimidar a categoria. A resposta será mais mobilização." disse o Coordenador Geral do Sindipetro-NF, Marcos Brêda.