expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Barco com pescadores aqui da praia do Farol e de Macaé ainda está desaparecido e irmã pede por informações na rede social.

Na rede social facebook a Rosieli Souza, irmã de um dos tripulantes que estão desaparecido há mais de 9 dias pede por informações sobre o irmão e companheiro de tripulação.:

"Gente por favor se alguem souber de qualquer pista que for sobre esse homem entre em contato imediatamente comigo ou com a colonia ou seja qualquer pescador .ele se chama Renildo ele e meu irmao esta desaparecido no mar ha 9 dias ele e um parceiro de trabalho que se chama wathila, que e apelidado como pelezinho esse menino mora em macae, e Renildo em Farol de sao thome gente por favor sao duas vidas que estao em alto mar em risco vamos compartilhar obgd!"

Uma embarcação de porte grande com 10 metros de comprimento saiu para sua atividade de costume no último dia 24 de agosto, e ontem por falta de informações e achados de pertences parecidos com o qual o barco tinha relatado foram o motivo pela qual os familiares e amigos das vítimas chegaram na Colônia de Pescadores do Farol e Marinha.

“Eles pescavam camarão tipo VG a cerca de 60 milhas da costa do Farol. Estamos preocupados, pois trata-se de um ponto bem distante da costa, perto da rota de navios. Também estamos considerando que pode ter ocorrido algo quando tentavam atravessar o Cabo de São Tomé, onde há ondas parecidas com as da beira mar”, disse Rodolfo.

Apesar de ter esperança de que os pescadores estejam à deriva no mar, Rodolfo informa que foram encontrados à beira mar do Farol neste final de semana um galão de óleo, um botijão de gás e pedaços de um barco da mesma cor do que está desaparecido.

De acordo ainda com Rodolfo, a embarcação possui 10 metros de cumprimento e os pescadores devem ter enfrentado condições adversas no mar. “ Houve duas mudanças de vento nos últimos dias e o mar estava muito agitado”, afirmou.

Rodolfo revela que um dos pescadores, Renildo Barreto, de 32 anos, que é pai de 4 filhos, tem experiência de muitos anos de pesca e já passou por situações adversas no mar.

As informações prestadas acima foram feitas pelo presidente da Colônia de Pescadores do Farol, Rodolfo José Ribeiro, ao Campos 24 Horas.