expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Os barcos aqui da praia do Farol são retratados como "Os coloridos pesqueiros" na coluna "Maresia Fluminense" da revista Veja Rio.

''Passeando'' pela internet, me deparei com um título que dizia assim: "Os barcos do Farol de São Tomé", muito curioso, fui ver o que se tratava e foi quando percebi que era um artigo falando sobre esses belos barcos aqui da praia. Vejam o que o colunista Julio Cesar, escreveu sobre os barcos:
"Para onde foi todo mundo? A cena de final de tarde na praia do Farol, no Cabo de São Tomé, litoral norte do estado do Rio, lembra um cemitério de embarcações. Os coloridos pesqueiros descansam sobre a areia, depois de um dia duro de trabalho no oco do mar. Quem os vê assim, descansando acima da linha da maré, imagina que estão fora de combate. A paria do Farol é conhecida por suas águas revoltas. Quase sempre, só os banhistas mais arrojados se arriscam em suas ondas. São águas bravias, numa orla sem pier e sem porto de atracação. Para entrar na água esses barcos de madeira precisam ser rebocados por tratores. Para sair da água o esforço se repete. Eles chegam cheios de pescado e são arrancados das águas por força das máquinas terrestres. No cair da tarde o cenário é de grande impacto. A luz é muito boa. Mesmo em dias nublados. Depois da breve chuva, o arco-íris se insinua, enfeitando o horizonte. Luz e sombra deixam em destaque apenas o vermelho das areias. Em alguns momentos, um congestionamento de embarcações. Cenário único no litoral, resultado de uma lida pesqueira peculiar. "








Fotos: Julio Cesar Cardoso de Barros
  

Artigo publicado no dia 19 junho 2013 .
Link da matéria original >>AQUI<<