expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Tartaruga é encontrada morta aqui na orla do Farol de São Tomé.

Na manhã desta segunda-feira (26), foi encontrada na beira mar, próximo ao Lagamar uma Tartaruga da espécie Cabeçuda que tem o nome científico de Caretta caretta, com ferimentos em seu casco. A causa da morte deste animal não foi identificada até este momento.

Curiosidades desta espécie:
Nome Científico: Caretta caretta

Nomes comuns: Cabeçuda ou Mestiça

Status no Brasil: Ameaçada

Distribuição: Ocorre nos mares tropicais e subtropicais de todo mundo e também em águas temperadas

Habitat: Variável ao longo do ciclo de vida. Os filhotes e juvenis vivem em alto-mar; os adultos em áreas de alimentação situadas a profundidades entre 25 e 50m; sub-adultos têm sido capturados incidentalmente

Tamanho: Até 136 cm de comprimento curvilíneo de carapaça no Brasil

Peso: Média de 140 kg

Casco (carapaça): Carapaça óssea, com cinco pares de placas laterais (o que a diferencia das demais espécies), de coloração marrom-amarelado

Cabeça: Possui uma cabeça grande e uma mandíbula extremamente forte, com dois pares de placas pré-frontais e três pares de placas pós-orbitais

Nadadeiras: Anteriores/dianteiras curtas e grossas e com duas unhas; as posteriores/traseiras possuem duas a três unhas

Dieta: São carnívoras, alimentando-se de caranguejos, moluscos, mexilhões e outros invertebrados triturados com ajuda dos músculos poderosos da mandíbula.

Estimativa mundial da população: 60 mil fêmeas em idade reprodutiva

Curiosidades: No Brasil, as áreas prioritárias de desova estão localizadas no norte da Bahia, Espírito Santo, norte do Rio de Janeiro e Sergipe.

Segue abaixo as fotos do animal morto que foi encontrado aqui na praia do Farol, e que foram registradas pelo "Mario Do Forró".