expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Farol começa a receber os primeiros foliões.


Os primeiros foliões já começaram a deixar a cidade de Campos, a caminho das praias da região. Em Farol de São Tomé, única praia campista, os ônibus já estão chegando lotados de famílias que prometem aproveitar os quatro dias da festa de Momo e lotar os 40 km de orla marítima.
Maria Jane Mota de Souza, de 59 anos, saiu de Campos no final da manhã desta sexta-feira (08/02) com o marido e os três filhas e chegou em Farol por volta de 12h. Ela revelou que está na praia desde o início da temporada, revezando entre a cidade, nos dias de semana e a praia nos finais de semana por conta do trabalho. Hoje ela resolveu se antecipar para evitar o grande fluxo de pessoas.
A professora Janaína Manhães, de 41 anos foi para a praia com a família desde novembro, mas apenas nos finais de semana. No dia 1º de dezembro arrumou todas as coisas e mudou de endereço temporariamente. Segundo ela, o movimento ainda está fraco, mas a tendência é que com o final da tarde as ruas comecem a encher. 
“É a única praia campista e aqui nós temos mais oportunidade de entretenimento, já conhece as pessoas e pra mim não tem mar melhor”, disse a professora afirmando que Farol é a melhor praia da região.
Campista, mas moradora do Rio de Janeiro, a feirante Janaína Ribeiro, de 40 anos, disse que se mudou para a capital carioca, mas nunca deixou de passar o carnaval no balneário campista.
“Cheguei na segunda para passar o carnaval, como faço há 30 anos. Venho pra descansar por que é mais tranquilo e principalmente para rever os amigos e a família.”
Nascida e criada em Farol de São Tomé, a engenheira ambiental Clícia Freitas, de 23 anos, está de malas prontas para o Rio de Janeiro e resolveu se despedir do emprego na papelaria em grande estilo. Com muita criatividade, ela aproveitou o carnaval para fazer uma brincadeira e atrair a clientela.
“Já me fantasiei de pânico, colegial e hoje, no meu último dia, resolvi me vestir de noiva cadáver e vou ficar assim até a noite para sair na Boneca do Bambu.”
Enquanto as pessoas chegam e a praia lota, na Aldeia do Sol, os últimos retoques são dados no palco oficial, onde o cantor Péricles deve encerrar a noite do primeiro dia de festa.

Matéria toda extraída do site Ururau.