expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

O mar do Farol é muito propício a corrente de retorno(vala). Você sabe o que é uma corrente de retorno? Sabe como escapar de uma? Veja as nossas dicas.

O litoral campista possui mais de 20km de extensão e é agraciado com belíssimas paisagens e locais próprios para banho, o que, naturalmente, atrai milhares de banhistas todos os anos, principalmente no verão. Entretanto, existe um alerta a ser feita: Pesquisas mostram que as correntes de retorno são a principal causa de afogamento na costa brasileira, e aqui na praia do Farol de São Tomé não é diferente.



🔴Você sabe como se formam as correntes de retorno/vala?
As correntes de retorno variam em tamanho, largura, profundidade, forma, velocidade e potência. Elas são formadas, geralmente, da seguinte maneira: Quando as ondas quebram, elas empurram a água acima do nível médio do mar. Uma vez que a energia da água é despendida, a água que ultrapassou aquele nível médio é empurrada de volta pela força da gravidade. Quando ela é empurrada de volta, contudo, mais ondas podem continuar a empurrar mais água acima daquele nível médio, criando o efeito de uma barreira transitória (temporária). A água de retorno continua a ser empurrada pela gravidade, e procura o caminho de menor resistência. Este pode ser um canal submerso na areia ou a areia ao lado de um quebra mar ou píer, por exemplo. (pt.wikipedia.org)



🔴Três partes principais podem ser identificadas nas correntes de retorno:
– Boca: início da corrente de retorno ou valas. É alimentada pelas correntes laterais;
– Pescoço: parte central da corrente;
– Cabeça: onde a corrente se dissipa, normalmente atrás da arrebentação.
Demonstração na imagem abaixo: 

🔴Como proceder em caso de corrente de retorno? 

"Para os banhistas, as correntes de retorno representam um risco real, sendo responsáveis pela grande maioria dos afogamentos registrados em praias. Em praias mais movimentadas e urbanizadas, os locais das correntes de retorno são sinalizados pelos guarda-vidas com bandeiras vermelhas ou placas. A figura abaixo, ilustra a corrente de retorno, suas áreas de escape e orienta os banhistas como proceder caso entre em um local de risco. Veja:



Esperamos ter ajudado a você a se informar desse risco real que é tão presente aqui na praia do Farol. Mas a praia do Farol de São Tomé não é esse monstro que muitos pensam que é. Tendo cautela e respeito pela força da natureza nada de pior irá te acontecer.
🔴OUTRAS INFORMAÇÕES
Alimentos e bebidas alcoólicas
- Depois das refeições, espere pelo menos duas horas para entrar na água. Após a refeição, o sangue se concentra no estômago para auxiliar na digestão. O cérebro fica pouco vascularizado e, em situações de esforço (como a natação), está sujeito a um acidente vascular cerebral (derrame)
- Evite beber e ir para a água. A ingestão de álcool diminui os reflexos. A pessoa alcoolizada tende a ficar mais corajosa