expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Acontece neste final de semana o Seminário com palestrantes discutindo os benefícios e desafios de tornar Farol de São Thomé em um distrito

Foto: Divulgação/
Izabela Souza
A praia do Farol não faz parte de nenhum distrito, ele é apenas um bairro e com a intenção de trazer maiores benefícios para a localidade como um simples CEP postal foi que a Associação Núcleo de Educação Ambiental da Região da Bacia de Campos (NEA-BC) resolveram levar essa ideia adiante dando enfase na sua missão de, "Promover a participação cidadã na gestão ambiental, por meio de uma educação crítica e transformadora, em busca de uma sociedade mais justa e sustentável na região da Bacia de Campos."

O evento que tem como objetivo divulgar o projeto de tornar a praia do Farol de São Tomé em um distrito e debater com a população sobre o assunto abordado, promete abordar diversos assuntos na tarde deste sábado dia 07 de junho no Club Náutico do Farol com entrada totalmente gratuita para toda a população.

Confira alguns dos tópicos a serem abordados no Iº Seminário "Participação Cidadã na Distritalização do Farol de São Thomé".

* Maior reconhecimento do poder público (Municipal, Estadual e Federal), ou seja, maior destaque para receber investimentos nas áreas de saúde, segurança, educação, saneamento básico, entre outros, beneficiando assim a comunidade;

* Inclusão de mais aparelhos públicos (Escolas profissionalizantes, hospitais de qualidade, transportes públicos com acessibilidade para todos da comunidade...);

* Maior presença do poder público, via suas subsecretarias e outras repartições, como uma secretaria de pesca, evitando viagens até a sede do Município de Campos dos Goytacazes;

* Mais autonomia política e financeira em relação a sede do Município;

*Definir um CEP para facilitar o envio e recebimento de correspondências, o que hoje é muito confuso e gera muitos problemas a comunidade.