expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Morador aqui da praia do Farol perde 37Kg e tem sua história contada em site de esporte

O estudante de direito Wender Oliveira abre o sorisso quando é para falar o quanto emagreceu nos últimos anos. De 115kg ele passou para 70 e agora está com 78. Ganhou uns quilinhos a mais recentemente, mas nem deu bola. Morador de Campos dos Goytacazes, no estado do Rio de Janeiro, o jovem, de 21 anos, trocou a vida sedentária pelo esporte e fez a saúde decolar.

- Mudei completamente a minha fisionomia. Pessoas que não vejo há bastante tempo acabam não me reconhecendo mesmo. E isso chegar até a ser engraçado em alguns casos - brincou.

Mas se hoje Wender faz graça, no passado o sofrimento foi real e intenso. Quando era criança, comia bobagens e jogava videogame no sofá praticamente o dia todo. Vivia doente e praticar atividade física era raridade na rotina dele. Com 11 anos, passou por uma cirurgia de apendicite aguda e ficou bastante tempo internado. Saiu do hospital preocupado com a gordura acumulada e com vontade de mudar os hábitos rapidamente.


- Em 2013, resolvi mudar completamente o meu jeito de levar a vida. No início, por questões sociais, estava me sentindo muito para baixo. Depois que passei a assistir vídeos na internet sobre alguns esportes acabei me interessando pela corrida. Vi que o gasto calórico era grande e a modalidade trazia benefícios para a saúde - contou.


Antes de qualquer coisa, o estudante teve de melhorar a alimentação, depois passou a caminhar de forma leve. Em alguns meses já estava fazendo musculação na academia e ganhando força.





- Foi difícil esse início, pois não tive o apoio de ninguém. As pessoas falavam coisas negativas, sempre me jogando para baixo, mas não dava ouvidos e continuei focado. Já sentia que minha vida iria seguir um rumo totalmente diferente e nada iria me fazer mudar de ideia - recordou.

Com treinos orientados e dedicação de sobra nas atividade semanais, ele conseguiu perder peso, aumentar a resistência física e ficou encantado pela corrida, seja na esteira ou na rua.

- Toda vez que eu corro sinto uma sensação diferente. Uma coisa gostosa, eu me sinto livre. Quando boto meu tênis, fone de ouvido e vou para o calçadão para correr é como se todos os meus problemas desaparecessem naquela hora - garantiu.


Em outubro do ano passado, Wender foi convidado por um tio para participar de uma corrida de montanha, com subidas de morro e areia. Terminou a prova de 6km no oitavo lugar geral e em primeiro na categoria da faixa etária dele. Nascia ali uma verdadeira paixão.






- Em junho desse ano completei minha primeira meia maratona, também numa prova de trilhas. Foi muito difícil, me surpreendi completamente e fechei a corrida após 2h12m - comemorou.


Empolgado com o futuro, Wender não esquece o passado e lembra as dificuldades que passou.

- Não aguentava correr 100 metros e chegava exausto. Não tinha resistência física. O objetivo agora é concluir o meus primeiro 42km. Enquanto isso vou continuar no foco Creio que esse dia não esta muito longe - encerrou.


Matéria completa no Eu Atleta.