expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 7 de março de 2013

PETROLEIROS AMEAÇAM PARAR: "SEM ROYALTIES, SEM PETRÓLEO"



Depois do fechamento do aeroporto e do heliporto da PETROBRAS em Campos, agora é a vez da cidade de Cabo Frio. O prefeito Alair Côrrea (PP) ligou para a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR) informando que o aeroporto da cidade também foi ocupado por manifestantes protestando contra a perda dos royalties.




Começa a tomar corpo um outro movimento encabeçado por petroleiros que trabalham nas plataformas da Bacia de Campos, e que residem com as famílias em sua esmagadora maioria nos municípios de Macaé, Quissamã, Campos e Rio das Ostras. Eles estão lançando o movimento"Sem royalties, sem petróleo" e pretendem parar a produção das plataformas da Bacia de Campos que representam 83% da produção nacional.
Segundo Rodrigo Rangel, um dos petroleiros que encabeça o movimento: "Ficamos 15 dias embarcados, nossas famílias precisam de escola pública, de uma cidade segura, saúde, saneamento básico, nas cidades onde moramos. Se querem tirar o que é nosso vamos parar o Brasil".
Matéria toda extraída do blog: A mosca azul.